23
Sáb, Oct

Typography

Na manhã do dia 21 de maio de 2021, os Paulinos do Brasil realizaram um encontro online, com o objetivo de refletir sobre a situação atual do apostolado paulino e, juntos, descobrir maneiras de enfrentar os desafios do tempo presente. O encontro contou com a participação de várias gerações de Paulinos, ocasião importante para fortalecer o diálogo, a partilha de experiências e o aprimoramento mútuos.

Estes foram alguns dos temas abordados no encontro: “Aspectos econômicos do apostolado paulino” – Pe. Valdecir Uveda e Pe. Benedito Antônio; “Que direção tomar? Mudanças necessárias e possibilidades” – Pe. Guilherme César e Pe. Jakson Alencar; “Análise de conjuntura – Pe. Antonio Iraildo e Prof. Robson Sávio.

O professor Dr. Robson Sávio Reis Souza apresentou uma análise de conjuntura, através da qual possibilitou aos participantes uma leitura especial da realidade considerando o atual momento histórico. Segundo ele, é necessário “compreender a realidade para atuar sobre a realidade”. O professor considera que a humanidade atravessa uma crise epocal – crise do capitalismo, crise ambiental, crise democrática, crise sanitária, crise no mundo do trabalho – a qual apresenta grandes desafios à Igreja, bem como à sua forma de comunicar-se com o mundo de hoje. “Essa mudança epocal”, ressalta Souza, “reverbera de forma mais intensa e dolorida em uma sociedade desigual, injusta, autoritária, violenta, patriarcal, cujas elites e classes médias, historicamente impediram os avanços dos processos civilizatórios”.

Em sua exposição, o pós-doutor em Direitos Humanos apontou ainda os principais desafios da “comunicação paulina” na atualidade e levantou algumas questões pertinentes: Como, eventualmente, atualizar o carisma paulino e serviço à Igreja nesses tempos de guerras híbridas/semióticas de disputas discursivas/narrativas (que são tão mobilizadoras)? Quais os instrumentos e meios eficientes? O que deve ser mantido (meios), adaptado e mudado? Como atuar nas redes sociais, no enfrentamento da fake news, inclusive no campo eclesial? É possível trabalhar na formação numa perspectiva de leitura crítica da comunicação (principalmente com clero e lideranças)? Como enfrentar, na perspectiva da comunicação, a utilização da religião como instrumento de manipulação política e disseminação de discursos e cultura do ódio?

Ao final do encontro, o Pe. Claudiano A. dos Santos, superior provincial, ressaltou a importância desses momentos e concluiu: “desejo que nossas reuniões, projetos e apostolado alcancem cada vez mais a excelência e o profissionalismo, sem esquecer, obviamente, que o comércio pelo comércio não é a nossa finalidade, como já dizia o nosso fundador, mas um meio nobre e eficaz de chegar ao coração das pessoas”.