02
Ter., Jun.

Typography

Na manhã do dia 13 de março de 2020, na Central Administrativa, em São Paulo, com a celebração Eucarística, presidida por Pe. Antônio da Silva, Coordenador de formação, iniciou-se à Assembleia Provincial sobre a Formação dos Paulinos do Brasil. Esse encontro tem o intuito de atualizar o Itinerário formativo da província. Seguindo o estilo de sinodalidade que caracteriza cada vez mais nossa congregação, incluiu-se na participação todos os formandos: propedeutas, aspirantes e postulantes, com voz ativa na plenária. 

Após a celebração eucarística, Pe. Claudiano Avelino dos Santos, Superior provincial, abriu o encontro dando boas-vindas a todos os presentes. Em seu discurso, agradeceu a todos pela presença, destacando a importância do encontro que se realiza, levando em consideração o segundo Seminário Internacional sobre a Formação Paulina para missão, que aconteceu em novembro do ano passado em Ariccia.

Relembrando alguns pontos essenciais da vida e missão paulina salientados no início daquele encontro pelo Superior Geral, Padre Valdir José de Castro (“todos somos chamados a evangelizar”, “Até que Cristo se forme em vós”, “A formação integral” e “A formação para a missão”),  ele chamou a atenção para considerá-los a fim de orientar os trabalhos, destacando: “O universo comunicativo de hoje exige que os paulinos sejam intelectual e tecnicamente preparados, mas também abertos aos relacionamentos verdadeiros dos homens de comunicação, com Deus e com os outros, cultivadores de comunicação de qualidade nos relacionamentos internos com os paulinos e externamente com os leigos colaboradores e com nossos interlocutores.”

Na fase iluminativa, os participantes assistiram à palestra de Pe. Antônio da Silva fundamentada na Sagrada Escritura. A partir de uma pesquisa feita na Opera Omnia, Padre Antônio refletiu sobre o “Carisma paulino e dinamismo da mística sacerdotal”. Embora a reflexão vise toda a família paulina, ressaltou que não existe empreendedorismo ou zelo pelo apostolado fora de um cultivo espiritual sério. Para ele, o reavivamento do carisma paulino não virá de fora, mas sim de nosso estudo, pensamento e empenho. “Não há empreendedorismo apostólico se não há um espírito elevado à espiritualidade”, afirmou. 

Ainda na parte da manhã, os membros participantes tiveram outra apresentação proporcionada por Padre Iraildo Brito, que falou sobre a realidade brasileira, com destaque aos temas da pobreza e à violência no Brasil, além de falar de uma pesquisa feita sobre o uso da tecnologia hoje no país. As duas palestras foram feitas para auxiliar nas reflexões acerca do Itinerário de Formação. O desejo é que possa ajudar a responder às necessidades do apostolado paulino no contexto do nacional. Depois de cada apresentação houve intervenções dos presentes. Toda parte da tarde foi consagrada para refletir em grupos menores sobre a formação permanente e apresentar sugestões que servirão de base para a atualização do Itinerário de Formação. Seguiu-se a Plenária onde todos os participantes tiveram a liberdade de expressar-se. As outras etapas de formação serão objeto de reflexão nos dois últimos dias do encontro. Esse primeiro dia de encontro concluiu-se com a celebração da oração do ofício de Vésperas.

 

 

 

Onde estamos